PROCESSO MUSICOTERÁPICO: NOVA TEMPORADA DE ENCONTROS VIRTUAIS MT NAS TICS

A ASBAMT deu início a uma nova temporada de encontros virtuais. Os encontros vem acontecendo desde 1° de Abril com o objetivo de ampliar e difundir as informações das Diretrizes publicadas pela UBAM final de Março de 2020, trazendo referências técnicas e institucionais para compartilhar e auxiliar os Musicoterapeutas. Nesta segunda temporada, o Processo Musicoterápico, vem sendo discutido em meio aos desdobramentos nos atendimentos via tecnologias de informação e comunicação, as TICs.

O Encontro virtual de hoje, segue transmitido pela plataforma Google Meet.  Aline Góes, vice-presidente da ASBAMT, abre o encontro, acolhendo os participantes, renovando as informações institucionais, bem como apresenta a proposta do encontro, orientando os musicoterapeutas participantes a segurem alinhados ao que prevê as Diretrizes publicadas pela UBAM, bem como ressalta aspectos institucionais no que tange à conduta do Musicoterapeuta que desenvolve seus atendimentos destacando o Código de ética do musicoterapeuta e às grandes áreas de  competências elencadas na Matriz DACUM, publicada em 2018. Na sequencia, o Mt Ms Leonardo Cunha, trouxe a Matriz DACUM explanando-a desde seu contexto original, que iniciou em 2010, bem como seu processo de desenvolvimento, evidenciando seus aspectos mais relevantes, demarcando o que é da competência do Musicoterapeuta. 

No que se refere às etapas do processo musicoterápico, o documento da Diretrizes referencia a Matriz DACUM, GAC H nas atividades H2, H3, H4, H6 e H8 (UBAM, 2018b), nessa perspectiva, o Mt. Osvaldo Almeida, integrante de Comissão de Apoio institucional, aborda esta temática associando sua experiência pelas TICs em como tem sido a orientação para as pessoas atendidas, seus cuidadores e/ou responsáveis, bem como estratégias de cuidados envolvendo a música no cotidiano, os modos particulares de cada pessoa usar a música e de intervenções musicoterapêuticas que possam colaborar com os indivíduos e/ou grupos atendidos. No âmbito  das intervenções musicoterapêuticas, a Mt Melissa Lima, também integrante da Comissão de Apoio Institucional da ASBAMT, expõe um panorama da sua realidade na assistência pelas TICs à luz da Leitura Musicoterapica,  na avaliação cautelosa das respostas das pessoas atendidas, como registrada na Matriz DACUM, GAC E, atividades: E1, E2, E3, E5 e E7 (UBAM, 2018b).  Por fim, o Mt. Ricardo Romanha chama a atenção para os desdobramentos que vem acontecendo o decorrer da pratica do musicoterapeuta pelas TICs, evidenciado outras Grandes áreas de competências do DACUM, como por exemplo, a etapa do contrato terapêutico.

Recomendamos que leiam os documentos de referência, norteadores dessa nova conjuntura de atenção pelas TICs, são eles: As Diretrizes publicadas pela UBAM, a Resolução, o Código de Ética do Musicoterapeuta e a Matriz DACUM. Você pode acessar aqui mesmo pelo nosso site: https://asbamt.com/documentos/

Lembramos que o cadastro para o musicoterapeuta atender pelas TICs é de caráter obrigatório!
Ainda não se cadastrou?
Acesse o link, leia as diretrizes, preencha e envie seu formulário on-line
https://bit.ly/3af36Ju

Deseja Participar? Faça sua inscrição enviando uma mensagem para o WhatsApp da ASBAMT (71) 99985-9153. INSCRIÇÕES GRATUITAS, mas seja breve, as VAGAS SÃO LIMITADAS!!!

 

Diretoria ASBAMT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.