História da ASBAMT

A HISTÓRIA DE ATUAÇÃO DA ASBAMT

A Associação Baiana de Musicoterapia, fundada em 1991, é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos, que congrega atualmente musicoterapeutas e estudantes de musicoterapia inseridos em cursos de graduação e pós-graduação reconhecidos pelo MEC. Tem como objetivo, além de divulgar e promover abertura de campos para a musicoterapia, realizar cursos e eventos de intercâmbio técnico-científico e poder também servir como um espaço ético e político para o controle da prática musicoterapêutica.

Com esta finalidade, promove uma agenda semestral de encontros, e mantém um cadastro e número de registro profissional dos musicoterapeutas atuantes no Estado da Bahia. Como forma de controle da prática e ética clínica, emite uma cédula de identidade profissional, a qual tem sido exigida pela maior parte das instituições que contratam musicoterapeutas. Sem patrimônio e renda própria, a ASBAMT é sustentada financeiramente pela colaboração de seus associados e parceiros e pela dedicação dos membros de sua diretoria. Somos filiados a União Brasileira das Associações de Musicoterapia e a Federação Mundial de Musicoterapia.

Nas duas últimas gestões priorizamos a atuação junto ao poder público e à sociedade civil, visando a regularização do trabalho do musicoterapeuta em diversas instituições e a abertura de concursos públicos. Ao mesmo tempo, conseguimos aumentar o número de associados contribuintes em relação aos anos anteriores, realizar três fóruns científicos regionais, um Encontro de Pesquisa Nacional e diversos cursos ministrados por convidados do Brasil e do exterior. Em termos nacionais, a ASBAMT teve um papel político importante, articulado às demais associações regionais, na inserção do musicoterapeuta no Cadastro Brasileiro das Ocupações, gerido pelo Ministério do Trabalho e Emprego. E no Estado da Bahia, estamos empenhados em promover um maior intercâmbio e inserção do musicoterapeuta nas equipes de saúde dos hospitais e centros de assistências comunitárias.

A ASBAMT vem também nos últimos anos construindo ações que incentivem a interlocução entre profissionais que se dedicam à Musicoterapia, em consonância com as diversas áreas do saber, ratificando a sua importância na promoção e cuidados com a saúde. O impacto positivo destas ações ganhou espaço na mídia baiana e, aos poucos, estamos sendo reconhecidos pelo poder público. No ano de 2011, a Prefeitura de Camaçari começou a chamar os primeiros musicoterapeutas colocados no Concurso Público que realizou para atendimento aos CAPS (Transtornos Mentais em Adultos e em Crianças- Adolescentes e Dependência Química).

Em Outubro de 2010, realizamos a edição comemorativa de aniversário de 10 anos do Encontro Nacional de Pesquisa em Musicoterapia (X ENPEMT), reunindo profissionais de todo o país, provenientes de diversas áreas ligadas à saúde e à música. Trouxemos a musicoterapeuta Venezuela Yadira Albornoz especialmente para o ENPEMT. Ressaltamos ainda o VII Fórum Baiano de Musicoterapia, ocorrido em novembro de 2009, no Ondina Apart Hotel, reunindo participantes de todo país. A ressonância destes dois eventos, além dos cursos que promovemos, aqueceu a comunidade baiana e contribuiu para ratificar a força da Associação e a representação da Bahia na musicoterapia brasileira.

Este ano de 2011 estaremos dedicando atenção especial à formação e capacitação técnico-teórica e aos encontros de discussão clínica. Afinal de contas, estamos completando 20 anos de existência e chegando à nossa fase adulta.

 

Salvador, Março de 2011

Leonardo C. Mendes da Cunha

Presidente da ASBAMT